Hoje eu chorei…

Hoje eu chorei…

Eu gosto de sorrir, de festejar em família, de viajar e conhecer a diversidade e a riqueza deste mundo criado por Deus. Eu gosto de morar bem, de andar de carro, de beber água potável, de comer comida boa. Eu gosto de poder escolher a roupa que quero vestir, de poder combinar as cores que quero usar. Eu gosto de estar com amigos, de passear fazendo nada… Eu gosto! E quem não gosta?!

Mas às vezes é preciso chorar… E hoje eu chorei!

Chorei ao pensar nas milhares de pessoas que não conseguem nem mesmo sorrir… Ainda que desejassem muito!

Chorei pelos que estão presos nas garras das drogas e, muitos deles, com o coração pesado, levantam sua voz em clamor a Deus. Talvez mais que um clamor, um grito de desespero, buscando por socorro e libertação. Chorei também pelos que estão literalmente presos.

Chorei por aqueles que não têm um teto. Vagueiam pelas ruas como indigentes que a sociedade prefere ou finge não ver que existem. Chorei pelos que até têm teto, mas sentam-se ao redor de uma mesa vazia… se é que têm uma mesa para se assentar.

Chorei pelos que estão cativos na angústia do conflito com a sexualidade; chorei pelos que não têm o que vestir; chorei pelas mulheres que vendem o seu corpo e chorei por aquelas que são sexualmente abusadas; chorei por aqueles que estão doentes; chorei pelos que não conhecem o gracioso amor de Deus. Hoje eu chorei!

Talvez o choro, mais que o riso, ajude-nos a agir, com mais exatidão, na direção daquilo que quebranta o coração de Deus. Talvez o choro, mais que o riso, mexa com a nossa indiferença, com a nossa vontade, e nos faça mais gente. Já dizia o sábio Salomão: Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração. Ec. 7:2

Que o nosso choro seja um raio de luz e de esperança sobre as densas trevas que cobrem este mundo.

Por pastora Sônia Ribeiro

Deja una respuesta

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.